Existe prevenção para o câncer de próstata?

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de próstata é o tumor mais frequente nos homens e a quarta causa de morte no Brasil. Sua incidência vem apresentando um aumento significativo após a introdução de novos métodos diagnósticos e o aumento da expectativa de vida da população masculina.



No início, é assintomático e, para que possa ser tratado de forma curativa, obriga o homem a buscar o seu diagnóstico precoce, antes que envie as metástases para outros órgãos do corpo.

Alguns fatores de risco para o câncer de próstata são imutáveis, dentre eles: a idade (acima de 50 anos), a cor da pele (negra) e a história familiar positiva (genética). Entretanto, muito se estuda a possibilidade de uma prevenção para a doença através da mudança de hábitos e da orientação alimentar, que são cogitados como protetores para o tumor de próstata. Todavia, o que existe de real e de mais atual para tentar diminuir o risco desta doença devastadora consiste em se levar uma vida o mais saudável possível, através de uma dieta balanceada, investindo em frutas, verduras e cereais, não importando a cor deles, evitando excesso de carne vermelha e gordura de origem animal, investir na prática regular de exercícios físicos e de atividade sexual segura e buscar uma boa saúde mental que, sem dúvida, equilibra o nosso sistema imunológico.

A reposição individual e em altas doses de micronutrientes, como se falou em passado recente, dentre eles a vitamina E e C, o Selênio, as Estatinas e talvez o mais famoso deles, o Licopeno, não demonstrou benefício em diminuir o risco de tumor prostático, mesmo sabendo das propriedades antioxidantes destas substâncias. Dessa forma, as mensagens mais importantes para se prevenir e tratar precocemente esta grave doença são:

1 - Visite o seu urologista regularmente;

2 - Mantenha uma dieta equilibrada, rica em frutas, verduras e cereais e pobre em gordura e proteína animal;

3 - Pratique exercícios físicos regulares e sexo com segurança;

4 - Tome sol em horários recomendados;

5 - Evite o estresse.


Fonte: Leandro Tavares
http://www.unimed.jp/


Gostou? compartilhe!: